Foi testado o Plano de Emergência do Heliporto Municipal de Arcos de Valdevez, deacordo com os requisitos da ICAO – Organização Internacional da Aviação Civil, isto depois das “obras de ampliação”, deu nota o município.

Assim, a autarquia, em articulação com a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Arcos de Valdevez, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil – Comando Sub-Regional de Emergência e Proteção Civil do Alto Minho, a Guarda Nacional Republicana e o INEM realizaram um exercício para testar o Plano de Emergência.

O princípio do exercício era “proporcionar ao Heliporto Municipal os seguintes objetivos gerais: avaliar o Plano de Emergência do Heliporto; avaliar a capacidade do heliporto para responder a uma situação de emergência; avaliar a capacidade de intervenção operacional dos meios de socorro internos; avaliar a articulação dos meios de socorro internos com a estrutura de socorro externa; avaliar a articulação entre as diversas entidades presentes no exercício; sensibilizar os Agentes de Proteção Civil para o risco de acidentes com aeronaves e sua participação em situações emergentes de este tipo”, destacou o município.

A autarquia considera que o exercício “decorreu muito bem, tendo os meios de socorro atuado de acordo com o previsto, coordenando a sua atuação com as diferentes entidades após a sua chegada”.

Categorias: Noticias