A dois dias do início da festa mais típica de Ponte da Barca, a comissão organizadora faz saber que, à semelhança do ano passado, não haverá tasquinhas, cortejo, corrida de cavalos ou procissão.

Na base da decisão está a proibição do governo que não permite festas nem romarias, e também não autorizou desfiles nem manifestações folclóricas.

No entanto, o executivo de António Costa abriu a possibilidade de haver divertimentos desde que cumpram as medidas impostas pela Direção Geral de Saúde.

Pedro Bragança, presidente da Associação Concelhia de Festas da Romaria de São Bartolomeu adianta que as festividades vão ainda ser celebradas com concertos dos artistas barquenses Zézé Fernandes e Cristiana Sá, com cantares ao desafio, uma feirinha de artesanato e o concurso do linho na Praça da República. A celebração encerra, como habitual, no dia 24, com uma missa solene às 19h e fogo de artifício à meia noite.

Programação

Dia 19

18h00 – Abertura a mini feira de artesanato na Praça da República

19h00 – Abertura da exposição no rio

Dia 20

21h30 – Concerto Zezé Fernandes (Praça Terras da Nóbrega)

Dia 21

21h30 – Concerto Cristiana Sá (Praça Terras da Nóbrega)

Dia 22

 21h30 – Cantares ao desafio com Cristiana Sá, Henrique de Lindoso, Manuel Silva e Valter São Martinho (Praça Terras da Nóbrega)

Dia 23

10h00 – Grupos de Zés Pereiras

10h00 – Feira do Linho – Praça da República.

Dia 24

19h00 – Missa

24h00 – Sessão de fogo de artifício do ar 

Categorias: Noticias