O Município de Ponte da Barca assinalou o Dia de Portugal com a inauguração de uma escultura “comemorativa dos 50 anos do 25 de Abril” e uma “placa comemorativa para honrar a memória e legado do poeta maior”, Luís Vaz de Camões.

A cerimónia decorreu ao final da tarde de ontem, segunda-feira, no Largo 25 de abril e, segundo o autarca Augusto Marinho, pretendeu homenagear “os verdadeiros heróis deste evento transformador: os Militares que ousaram derrubar a ditadura e o Povo, que aderiu de imediato e ergueu bem alto a bandeira da Liberdade, preservando-a até aos dias de hoje”.

A escultura da autoria do artista Pedro Figueiredo, representa uma “figura feminina moldada em bronze, com 1,90 metros de altura, que segura um cravo, símbolo icónico da revolução que mudou o curso da história portuguesa”, numa homenagem à “Celeste dos Cravos”.

Em comunicado, o executivo adianta que “neste dia, foi também assinalado o 500º aniversário do nascimento de Luís Vaz de Camões, um dos maiores símbolos de identidade de Portugal e uma referência para toda a comunidade Lusófona, com a inauguração de uma placa comemorativa para honrar a memória e o legado deste poeta maior”.

A cerimónia teve a presença de vários presidentes de junta e uniões de Freguesia, do “presidente da Assembleia Municipal,  de Bombeiros Voluntários e cidadãos que quiseram prestar homenagem aos heróis da Revolução dos Cravos”.

“Este evento duplo reforça a ligação entre o passado e o presente, celebrando a liberdade conquistada em 1974 e homenageando um dos maiores poetas da língua portuguesa, num testemunho vivo da identidade e da cultura de Portugal”, conclui o comunicado.

Categorias: Noticias