O Município de Arcos de Valdevez e a Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto (FAUP) assinaram um contrato de “cooperação para a elaboração dos projetos de reabilitação de 7 edifícios e de paisagismo da Branda Científica de S.Bento do Cando, na Gavieira”.

Em comunicado, o executivo arcuense revela que a “colaboração entre a FAUP e a câmara municipal vai mais além da elaboração dos projetos de arquitetura, servindo igualmente os objetivos de desenvolvimento local, beneficiando a Faculdade e a Universidade de um contexto real com circunstâncias únicas para a investigação arquitetónica no combate à desertificação, à valorização patrimonial e às alterações climáticas”.

“Trata-se de um processo singular, transdisciplinar, em que docentes,investigadores e arquitetos colaboradores da FAUP e do Centro de Estudos da Faculdade de Arquitetura – CEFA, poderão alargar fronteiras do seu conhecimento”, descreve o documento enviado às redações.

“A partilha deste conhecimento com os estudantes é mais um fator de interesse e oportunidade para mestrandos e doutorandos realizarem as suas investigações”, considera a autarquia.

“A câmara municipal pretende promover e lançar o projeto da Branda Científica de S.Bento do Cando, em parceria com a Associação Biopolis e a Universidade do Porto, com o objetivo de desenvolver uma Estação Científica Internacional, orientada para o estudo da biodiversidade, do restauro de ecossistemas, das alterações climáticas, dos ecossistemas, da gestão sustentável dos recursos naturais, económicos e socioculturais, do agroflorestal e do desenvolvimento sustentável do PNPG, da Reserva Transfronteiriça da Biosfera Gerês/Xurês, e da Região”, explica.

“Esta Branda Científica tem a missão de fazer da região uma referência nacional e internacional nos domínios de intervenção da biodiversidade, geodiversidade, contribuindo para o progresso da comunidade local, nacional e internacional”, conclui.

Categorias: Noticias